22 de nov de 2010

A invocação a Maria não está nas origens do cristianismo



 

O Cristianismo tem as suas origens nas raízes judaicas de Abraão, Isaque e Jacó. Para qualquer cristão da Igreja primitiva, o cristianismo não era uma outra religião, mas sim o desembocar natural de todas as promessas que Deus fizera no Velho Testamento acerca da vinda do Messias.

 Foi de lá daquelas origens que o cristianismo veio. Ele veio do judaísmo e quem lê o Velho Testamento nota o zelo de Deus contrário à invocação de quem quer que seja. Não há nenhum "São Moisés" e nenhum "São Isaías", também não há "São Samuel" e não há registro de nenhum "São Davi". Era simplesmente inconcebível rezar para Davi, ou Ezequiel ou invocar a ajuda de qualquer santo defunto. Além disso, quem lê o Velho Testamento vai perceber a tradição divina contrária a QUALQUER TIPO DE, IMAGEM OU ESCULTURA usado como objeto de devoção ou representação de pessoas que estão com Deus.
O Senhor manifesta a mais drástica repulsa contra qualquer forma de invocação de mortos ou representação de imagens.
 Pergunto a você, Deus mudou?
 O que era inaceitável, agora passou a ser?

 O fato do Senhor dizer claramente "NÃO FARÁS PARA TI IMAGEM DE ESCULTURA NEM DE COISA ALGUMA EM CIMA DO CÉU... NÃO AS ADORARÁS", perdeu a validade?

 Daí vem alguns queridos irmãos católicos a dizer que não é adoração... é somente a imagem de alguém querido que se quer lembrar.
Mas para isso é dada essa ênfase tão grande a Maria?
A senhora é levada em inúmeras procissões, fazem-lhe festas, consagram-lhe catedrais suntuosas, oferecem a ela o símbolo da realeza - como fez a família real portuguesa há séculos - dão a ela (mas não a CRISTO) uma data oficial e comemorativa com o título de padroeira... Não é estranho para você que os apóstolos em nenhum lugar dizem que faziam isso?
Não é estranho que nunca ensinam coisas como essas?
A ênfase exagerada de hoje é um contraste com a completa ausência e falta de importância dada a esse assunto pelos apóstolos.

 Eu prefiro ser fiel a essa tradição mais antiga.


Pastor Marcelo Almeida.